Onda de programas da gastronomia traz oportunidade de mercado

Cozinhar é um hobby que vem tomando conta dos costumes brasileiros. Uma prova disso é o número de inscritos na 5ª edição do MasterChef amadores – reality show de gastronomia da TV Band que é sucesso desde a estreia, em 2014.  Trinta mil pessoas tentaram uma das 21 vagas no programa deste ano.

O MasterChef é apenas um dos exemplos de como a gastronomia está ocupando um espaço cada vez maior. Atualmente, existem inúmeros os programas de culinária na televisão – alguns canais  abordam apenas este assunto – como o Food Network. A tendência seguida pela mídia não é acaso, ela segue um levantamento feito pela assessoria Gfk que mostra que 79% dos brasileiros cozinham por pura diversão, deles, 75% gostaria de saber um pouco mais sobre gastronomia.

Este cenário em constante crescimento movimenta também outros mercados. A franquia de educação em gastronomia Le Grand Chef espera faturar R$ 2 milhões em 2018. Criada em 2015 por um engenheiro civil e dois chefs de cozinha, em São José do Rio Preto, a escola entrou para o universo do franchising há apenas um ano de olho neste mercado.

O negócio foi pensado para receber formatos e cursos em praticamento todas as áreas da gastronomia, com aulas no formato “gourmet” que variam de 1 a 12 aulas, exatamente voltado para aquelas pessoas que cozinham por hobby, mas também traz a capacitação profissional, com cursos extensos de 6 a 18 meses, que o aluno sai formado como Chef de Cozinha ou Chef Patissier – confeitaria.

“Em questão de público, a escola é abrangente, afinal, ela traz opções tanto para aqueles que querem seguir profissão na área da gastronomia, quanto para os que tem vontade de aprender técnicas de culinária para praticar a paixão pela cozinha. O franqueado pode oferecer cursos dos mais variados temas como Low Carb, Hambúrgueres, Risotos, até Ovos de Páscoa, conforme à necessidade local de cada região”, explica o chef Kleber Lemechewsky, um dos sócios da rede.

E como a gastronomia brasileira tem uma grande variedade de culturas e as tendências da culinária são dinâmicas, a franquia conta com a customização de formatos para seguir o que as regiões onde forem instaladas unidades pedem. “Nosso material didático é formatado por chefs com muita experiência de mercado e conhecimento em todas as áreas e culturas da gastronomia, por isso, estamos preparados para atender as demandas que surgirem, o negócio se adapta em todas as regiões do Brasil, ainda mais que o conteúdo é sempre atualizado e adaptável.”, afirma Felipe Faria, presidente da franquia.

Para saber mais informações sobre o mercado de atuação e os modelos de franquia da Escola Le Grand Chef, clique aqui. Basta o interessado fazer um cadastro simples, que o Le Grand Chef entra em contato.

Nome da franquia: Le Grand Chef
Setor de atuação: Escola de gastronomia
Ano da fundação: 2015
Ano em que iniciou no franchising: 2017
Investimento inicial: 169 mil
Taxa de franquia: a partir de R$ 1.500 fixos/mês
Royalties: de 0 a 5%
Taxa de propaganda: a partir de meio salário mínimo
Número de funcionários: a partir de 5
Área mínima: 120 m²
Faturamento bruto mensal: de R$ 26 mil a R$ 281 mil
Lucro médio mensal: 30%
Prazo de retorno: 18 a 24 meses

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s